1 - 10 de 100
E os que verdadeiramente o amavam, posposta toda outra fantesia e paixão lhe davam mui são conselho, que elle não seguiu; porque lhe disseram «que para uma parte nem para a outra não devia ir mais adiante, e que assi como viera se tornasse para Coimbra; porque assaz tinha cumprido por sua honra chegar alli e estar tres dias acerca de seus contrairos, que tendo então muita mais gente e poder que elle, nunca lhe ousavam vir ter o passo, nem fazer uma leve resistencia, contrariando muito todo outro fundamento, e muito mais enviar-se embaixada a El-Rei, de cuja pouca idade diziam, que o Infante emquanto as cousas assi andassem não devia fiar sua vida, em caso que com sinaes e sêllos lh'a segurassem; pois por induzimentos de sens contrairos, tantas vezes e em tantas cousas lh'os tinham quebrados, e que muito mais lh'o fariam fazer n'esta em que todo seu desejo se cumpria, e álem d'isso se punha a outra perigosa ventura, que era seguindo mais adiante, e chamando-o El-Rei como a vasallo, e não indo nem obedecendo logo despejadamente como a leal servidor cumpre, cahiria em rebellião e desobediencia clara, de que os achaques passados contra elle ficariam certas culpas, com causas verdadeiras para sua mais justificada perseguição, quanto mais que metendo seu arraial adiante nos olivaes de Santarem, segundo a grande espessura d'elles, e derribando-se pelos caminhos atrás, ficava de todo atalhado sem lhe ficar sómente uma possibilidade de salvação nem desposição de peleja, e que quando se quizesse salvar, seria ao menos com perda da gente de e de toda sua carriagem, com que ficava de todo perdido e desbaratado, e que se por ventura quizesse seguir contra Lisboa com fundamento de se lançar e segurar n'ella, que era maginação errada e certo perigo seu; porque a cidade segundo tudo andava revolto, não era a madre que o criara segundo elle dizia e confiava, mas que a havia d'achar mui irada, bem guardada madrasta contra si, por onde não ficava poderoso de adiante nem atráz se salvar, se El-Rei com seus imigos lhe saisse nas costas como era de crêr, e que em tanta angustia lhe seria forçado, ou pedir misericordia duvidosa, ou receber morte certa e desesperada de vingança, ao que sem extrema necessidade se não devia arriscar, ao menos por resguardo e segurança de tantos innocentes, quantos com elle sem causa morreriam