A mulher é o sanctuario do coração do poeta, o asylo dos vôos da sua imaginação, a inspiração das suas trovas, e a delicia da sua vida. Consulte-se cada homem que tem amado, e ver-se-ha o que diz.

Entre as Filhas da Luz, ethéreas Nynfas, Oiro, néctar, jasmins, delicia todas, O modelo verás dos dous de Analia: Nos Ceos o Original, no Mundo a Cópia Competem brandamente, a idéa absorvem; Mas por Analia o coração decide. Allusão a lindos versos, compostos, e gravados por Analia em hum tronco.

A sua tez, dum moreno intenso, fôra brunida pelas soalheiras ardentes e curtida pelas ventanias agrestes. A bôca, sempre aberta em riso, era vermelha e fresca como cerejas maduras, e os dentes brancos e agudos cravavam-se com delicia no pão de milho, sua unica escôva.

Não dará outro uso ao seu poder, senão para que se execute o que Deus manda; e assim como alguns, que foram a delicia dos seus povos, fará consistir a sua maior gloria em livrar da oppressão os desgraçados.

E libertado emfim do envolucro suffocante da sua Bibliotheca immensa, o meu ditoso amigo comprehendia emfim a incomparavel delicia de lêr um livro. Mas agora o meu Principe mergulhára na Odyssea, e todo elle vivia no espanto e no deslumbramento de assim ter encontrado no meio do caminho da sua vida, o velho errante, o velho Homero!

Mas... que... linda... me... nina! tartamudéa... meio estarrecido... Zina, se tocas alguma coisa, ou antes... canta. Canta que é uma delicia, principe; chega a ser uma virtuose, ouso affirmál-o, uma verdadeira virtuose.

E, quando passavam entre sebes onde errasse o aroma de flores silvestres, o homem murmurava com infinito alívio e delícia: Como é bom correr!

Recolheram jubilosos ao palacio e plantaram a folha que logo no dia seguinte appareceu transformada em enorme arvore, que fazia a delicia dos visitantes com as musicas divinaes, nunca até então executadas por humana orchestra.

Descalçou-se, tirou os oc'los e chinó, Pitadeou com delicia alguns trovões em , Abriu, para cahir n'um somno repentino, O alfarrabio chamado o livro do Destino.

O grande caso é que n'aquelle tempo era eu solteiro, e rapaz bonitote; e havia muitas que me fizessem fogo; eu cuido, e é certo, que não pelos vintens; nem pela cara; mas isto de casar co'um almocreve, seja elle o diabo dos infernos, parece a todas bem: é uma delicia ter o seu homem de vez em quando, em logar do espião de um pegamaço com residencia fixa em ar de abbade.