E porém mandamos a todos os fidalgos, cavalleiros, escudeiros, corregedores, juizes, justiças, conselho e homens bons da dita cidade, que d'aqui em diante o hajam por nosso alcaide em o dito castello e outro nenhum não, não embargando que o até aqui tivesse D. Affonso, o qual nos praz nem queremos que o mais seja pelo assim entendermos por nosso serviço, aos quaes mandamos que lhe obedeçam assim como alcaide e saiam com elle e sem elle cada vez que por elle ou da sua parte forem requeridos em aquillo que a seu officio pertencer para se fazer direito e justiça.

N'esta conformidade se escreveram circulares a todos os Corregedores das comarcas do reino.

Por toda a estrada que vai de Palos á Barcelona derramavam-se multidões de povo: tomavam suas togas as autoridades, os alcaides, os corregedores para o comprimentarem; os sacerdotes benziam-no cobertos das mais esplendidas vestes; a plebe applaudia-o, saudando-o estrepitosamente.

Corregedores e desembargadores, encolhendo os hombros, davam a perceber que sentiam nas orelhas os beliscões do conde de Oeiras. Volveu outra vez a viuva a pedir providencias que impedissem a ida da filha para Angola. Responderam-lhe os letrados e os juizes que a lei não a embaraçava. Em junho d'aquelle anno de 1760 sahiu o degredado com a mulher e filho.

D. Duarte concedêra que o duque de Bragança podesse nomear juiz, quando o juiz de nomeação real lhe fosse suspeito. D. Affonso V confirmou. D. João II aboliu. D. Philippe IV de Hespanha, a requerimento do duque de Bragança, que depois foi rei, confirmou a lei de D. Duarte. Por doação de 1587 é permittido ao duque de Bragança não cumprir as cartas dos corregedores da côrte.

Desta comissão existe no Arquivo municipal, transcrita a fl. 183 v. do Livro de registo das leis, provisões e mais ordens, etc, n.^o 4, que teve começo em 14 de Setembro de 1808, este documento: «Circular para os Corregedores das Comarcas deste Partido e tres Provincias do Norte.

Partiu Colombo radioso para Palos, porto designado para seu embarque, e levou comsigo as ordens régias necessarias afim de que as cumprissem as autoridades, alcaides, corregedores, e empregados civis e militares. Ganhara emfim o premio de cinco annos de trabalhos, desesperos, mofas, zombarias, com a paciencia, a resignação, o talento e a pertinacia nos designios, que lhe assoberbavam o animo.

Se eu lhe digo que o temerario Domingos Leite, affrontando a justiça, ousou metter-se em Lisboa, temos na rua os corregedores todos com a sua matilha de esbirros na piugada do pobre homem, que será aperreado depois do que nós sabemos... Aqui arregaçou o secretario outro riso infame e prosseguiu: O melhor será que ella diga a el-rei que de seu moto proprio envia a pequena ao pai.

Foi preciso que o prior João Perez viesse acalmal-o com conselhos e exhortações religiosas; que chegasse força armada de Sevilha com corregedores á frente; que Martim Pinzon empregasse toda a sua influencia, propondo-se á dar uma terceira caravella de sociedade com Colombo afim de perfazer-se oitava parte das despezas da empreza, compromettendo-se tambem a acompanhal-o com seu irmão Vicente na navegação projectada, e provando assim que ninguem se devia temer e assustar diante da viagem projectada.

Meu amigo do coração! clamou o mordomo-mór abraçando-o Adeus! adeus! fie de mim o seu futuro, o seu perdão, e a entrega da sua querida filha! Aos primeiros assomos do dia seguinte, a casa de Domingos Leite e a de Francisco Mendes Nobre, eram invadidas pela justiça dos corregedores de dois bairros. A da rua dos Vinagreiros foi arrombada, e a outra exposta á busca pelo escudeiro.