N'este dedo costumam trazer os anneis as pessoas illustres, dando assim a entender quem são, e não pela valia do ouro. Segredo 47Da causa das nossas enfermidades, e com a ajuda de Nosso Senhor as podemos remediar

Estremoz. Foi edificada esta Villa e povoada por D. Affonso III, pag. 66. Faro. Como, e quando foi conquistada esta Villa por D. Affonso III, pag. 47 a 50. Em que anno conquistou a cidade de Sevilha, pag. 28. Quando morreo. ibi. Foi cazado com Dona Branca filha de S. Luis Rei de França, ibi. Morreo de peste, pag. 60. Teve dous filhos, e como se chamaram, ibi.

O numero de portuguezes soccorridos, no Rio de Janeiro, no periodo de 10 annos, desde de 1862 a 1871, foi de 47:116! Ora, se se podesse estabelecer o tal principio, estes 47:116 necessitados deviam pôr em serios embaraços a população do Rio!

47 A isto mais se ajunta que um devoto Sacerdote da lei de Mafamede, Dos ódios concebidos não remoto Contra a divina , que tudo excede, Em forma do Profeta falso e noto, Que do filho da escrava Agar procede, Baco odioso em sonhos lhe aparece, Que de seus ódios ainda se não desse.

§. 47.^o Quando a testemunha na occasião do depoimento appresentar algum objecto, que possa servir para fazer culpa aos Réos, ou para bem de sua defeza; no depoimento se fará menção da appresentação, e se juntará ao processo; e não sendo possivel, se guardará no Cartorio do Escrivão.

PAG. 47. «... o principe D. João casasse com a princesa de Castella, D. Joanna». Zurita, que tão parcial se mostra na descripção do encontro de Toro, e tão affecto a D. Fernando, o Catholico, diz, que D. João II, sendo principe, muito desejou a entrada de D. Affonso V em Castella; mas «condemnou depois o máu conselho d'elle, em não haver acceitado os primeiros casamentos d'aquelle reino: que era casar el-rei com a Infante D. Isabel, e elle com a princeza D. Joanna». Zurita, Anales de Aragon, tom.

47 Ali estão das deidades as figuras Esculpidas em pau e em pedra fria; Vários de gestos, vários de pinturas, A segundo o Demónio lhe fingia: Vêem-se as abomináveis esculturas, Qual a Quimera em membros se varia: Os Cristãos olhos, a ver Deus usados Em forma humana, estão maravilhados.

Sustentou-se no throno durante 47 annos a dynastia de Psammeticho; no reinado de um dos seus descendentes, Amasis, teve o Egypto uns annos de certa prosperidade, a que logo poz termo a conquista persa, realizada por Cambyses. Desde esta até á conquista por Alexandre Magno medeiam dois seculos, durante os quaes os Egypcios tiveram politicamente uma existencia miseravel.

47 "Verão morrer com fome os filhos caros, Em tanto amor gerados e nascidos; Verão os Cafres ásperos e avaros Tirar

Em 47? Ai, então tens razão, tens; 47 a 55... 8...